Após secretário pedir demissão em meio à pandemia, prefeita anuncia nova gestora da Saúde de Rio Branco

A pedagoga Jesuíta Arruda da Silva assume o cargo de secretária de Saúde da capital.

Anúncio foi feito nessa sexta-feira (22).

A pedagoga Jesuíta Arruda da Silva assume o cargo de secretária de Saúde da capital Divulgação/Prefeitura Após o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, pedir demissão em meio à pandemia da Covid-19, a prefeita Socorro Neri anunciou a nova gestora da pasta, nesta sexta-feira (22).

A pedagoga Jesuíta Arruda da Silva é quem vai ficar à frente da secretaria. Ela assumiu o cargo no dia em que a capital acreana atinge o número de 2.174 infectados por Covid-19.

Foram 68 casos a maios em 24 horas.

Das 80 mortes registradas em todo o estado, 69 foram são de moradores de Rio Branco. A saída do ex-secretário, que esteve à frente da pasta por mais de sete anos, foi confirmada pela prefeitura na última terça-feira (12).

Em nota, a prefeitura disse que o secretário pediu exoneração para que ‘denúncias contra ele não prejudiquem o firme combate à pandemia de Covid-19’.

A nova secretária é especialista em administração hospitalar, pela Universidade São Camilo e já foi secretária de Saúde do estado e esteve na direção de algumas unidades de saúde do Acre. Jesuíta foi diretora do Hospital Santa Juliana, entre os anos de 1986 a 1998; diretora técnica da Fundação Hospitalar, em 1999; diretora do Departamento Médico na Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), por três anos; secretária Estadual de Saúde de junho a dezembro de 2002 e secretária adjunta Estadual de Saúde, de janeiro de 2002 a dezembro de 2005. Além disso, a nova secretária já foi diretora do departamento de atenção básica do município de Rio Branco; secretária adjunta e gestora das Unidades de Saúde Hidalgo de Lima e Barral y Barral. Acre tem 80 mortes por Covid-19 e 3.343 casos da doença confirmados
Categoria:Acre